Certamente você já ouviu falar nos famosos “nudes”, que são fotos sensuais enviadas via celular. Essa técnica está associada a alguns riscos, isso porque, uma vez que a foto íntima está na rede, ela pode ser rapidamente acessada e difundida por muitas pessoas, ou pelo próprio receptor, sem o consentimento do remetente. Porém, se por um lado essa prática pode proporcionar graves danos, por outro, a mesma é capaz de oferecer grandes benfeitorias para vida intima do casal. Na intenção de estabelecer justamente esta relação, estudiosos da Drexel University’s Women’s Health Psychology Lab se dedicaram a uma pesquisa online, buscando explorar quais eram os benefícios do conhecido “sexting” – expressão usada para se referir ao envio de conteúdo sexual via internet, especialmente por meio do celular.

Na pesquisa, isso também incluía fotos sexualmente sugestivas, fotos usando roupas íntimas, fotos nuas, textos com conteúdo explicito e sexualmente sugestivos. Os resultados preliminares revelaram que realmente existe uma relação entre a prática e nível elevado de satisfação do casal. Aproximadamente 870 pessoas, que se identificaram como adultos moradores dos Estados Unidos e com idades entre 18 e 82 anos participaram da pesquisa. Ao todo, cerca de 88% dos participantes revelaram já terem enviados mensagens com imagens íntimas ao menos uma vez na vida, sendo que 82% contou ter feito isso no último ano.

Para os participantes que descreveram sua relação como algo “muito séria”, não teve relação entre a troca de “nudes” e o nível de satisfação.
Já para aqueles que adotaram a prática, os estudiosos verificaram que, quando mais eles trocavam mensagens íntimas com seu par, mais felizes eles eram na relação amorosa. Conforme explicou a co-autora do estudo, a estudiosa Emily C. Stasko, psicóloga clínica e estudante de doutorado na Drexel University, a prática de “sexting” pode ser vista como algo que oferece alguns riscos ao casal, e o objetivo do estudo foi colocá-la em uma nova perspectiva, como um costume positivo para a relação entre adultos responsáveis.

Ela ainda completa dizendo que o envio deste tipo de mensagem está associado à grande satisfação íntima mais para o homem do que para a mulher, pois eles costumam ser muitos mais atraídos pela visão, já as mulheres aos sentimentos. A mostra estudada era predominantemente feminina (57,7%) e caucasiana (80,6%), e a maioria dos participantes contaram estar se dedicando a um relacionamento sério (74%).

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA