ara muitas pessoas, os conceitos de fazer amor e fazer sexo podem ser completamente opostos enquanto que, para outras, um não existe sem o outro. Se você faz parte do segundo grupo e acredita que amor e sexo só podem caminhar juntos, confira diferenças obvias entre ambos e reflita:

Diferenças entre amor e sexo

1. Por mais que exista alguma afetividade, quando o foco total da relação é no prazer físico e no alívio do orgasmo, é mais provável que o casal esteja apenas fazendo sexo.

2. Por outro lado, além da excitação, existe ao fazer amor uma necessidade maior de união e preocupação em garantir e proporcionar prazer e satisfação.

3. Uma relação baseada apenas em fazer sexo pode ser bastante intensa e interessante, mas ela raramente consegue ser mantida por muito tempo entre os casais.

4. Um relacionamento em que fazer amor é algo mais constante normalmente é caracterizado por sinais claros de companheirismo, afinidades e, claro, atração física.

5. Outro sinal de que um casal está apenas fazendo sexo é a prática rápida e curta de preliminares, além de uma pressa para chegar aos finalmentes e atingir o orgasmo.

6. Fazer amor, por outro lado, normalmente exige um tempo extra para estabelecer um clima, uma excitação crescente e um encontro que vai muito mais além de uma sintonia química e física.

7. Pessoas que somente fazem sexo, sem qualquer afeto, costumam encontrar na prática apenas uma forma de ter prazer e de aliviar o estresse e a ansiedade.

8. Quando um casal faz amor é normal e natural que a preocupação com o tempo desapareça, uma vez que o afeto faz com que exista uma vontade maior de prolongar o desejo e transformar as carícias mais simples em uma prioridade e se sobrepõe ao orgasmo.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA