Mesmo aqueles casais que estão juntos há muitos anos tendem a passar por momentos complicados em seu relacionamento. O compromisso costuma abalar os sentimentos presentes entre eles, o que pode fazer com que fases difíceis surjam para tirar a paz dos apaixonados.
Os relacionamentos amorosos costumam ser complicados, divertidos, bonitos, comoventes e pode até ser cheios de surpresas. Todos as relações que você tiver, certamente irá te ensinar uma pouco mais sobre a outra pessoa, porém muito mais sobre você mesmo.
As crises são comuns dentro dos relacionamentos amorosos e, é comum que os envolvidos passem a culpar o seu par ou as circunstâncias pela crise e, simplesmente, começam a pensar em finalizar a relação, achando que essa é a melhor opção.
O psicólogo Jed Diamond afirma que, qualquer relação pode se tornar perfeita, porém, os casais precisarão estar dispostos a enfrentar essas 5 etapas que iremos citar abaixo:

1° fase – Paixão

No início da relação, as pessoas costumam se apaixonar de maneira intensa. Essa fase é quando os hormônios da felicidade tomam conta do seu corpo, fazendo com que você acredite que a vida é maravilhosa e colorida.
Tudo isso faz com que você acredite que irá permanecer ao lado da pessoa amada por toda a vida, observando somente as características positivas que o cônjuge possui.
Essa fase faz com que você apague tudo de ruim que já vivenciou no passado, o que faz com que você tenha a impressão de estar vivendo em um lindo conto de fadas. Logo depois surge a 2° etapa.

2° fase: Relacionamento sólido e forte

Nesta fase, os apaixonados vão além da paixão descrita na 1° fase. Eles possuem um pouco menos de hormônio e mais vínculo afetivo, estreito e prático. É durante essa fase que eles começam a desejar construir uma vida juntos. Desejando ter uma casa, filhos e finalmente conquistar a verdadeira felicidade amorosa por meio de uma relação comprometedora.
Em outras palavras, a relação torna-se preenchida com muita segurança e apreciação. Se os casais conseguissem permanecer somente nesta fase, certamente seriam felizes para sempre. Mas, infelizmente…

3° fase: Falta de entusiasmo e rotina

O casal parece estar vivendo em um conto de fadas, porém chega a 3° fase para mostrar que nem tudo é como eles imaginavam. Essa fase é extremamente complicada e difícil de lidar e, mesmo que ambos estejam cientes dos defeitos presentes na personalidade um do outro, é comum não se sentir apaixonado, como era nas fases anteriores.
Alguns casais lutam para que tudo continue dando certo, outros já acabam se distanciando cada vez mais, acreditando que não existem maneiras positivas para recuperar aqueles sentimentos benéficos presentes no início da relação.

4° fase: Esperança e persistência

Alguns casais deixam de acreditar que exista algo que possa salvar seu relacionamento diante dessa fase. Os que decidem enfrentar essa etapa e vencer tais acontecimentos negativos presentes na relação, simplesmente superam tudo de maneira mais resultante. Após a crise, é possível notar que o amor verdadeiro reina em sua relação e, mesmo diante das falhas, traços negativos e defeitos, o convívio é capaz de oferecer felicidade. A compreensão e aceitação são os sentimentos necessários para superar essas crises emocionais que chegam para acabar com o amor e esperança dos apaixonados.

5° fase: Sabedoria

Depois que o casal finalmente percebe a intensidade de seus sentimentos, eles começam a compreender que mesmo diante dos momentos negativos, existe um afeto verdadeiro que ajuda na superação dos obstáculos. Nesta última fase, os sentimentos estão mais maduros e desenvolvidos, fazendo com que eles passem a compartilhar objetivos, planos e muitas memorias capazes de transformar os problemas rotineiros em aprendizado benéfico para a relação.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA