Psicólogos determinaram há um tempo atrás que a combinação de traços de personalidade encontrados em pessoas que usam outros para sua própria vantagem é chamada de “Tríade das Trevas”. Parece radical, como um nome de uma quadrilha criminosa, mas não é tão legal quanto parece. Os traços dessa tríade das trevas incluem narcisismo, psicopatia e maquiavelismo. Em outras palavras, vamos traduzir esses três termos da tríade como autoadmiração, insensibilidade e manipulação. Um combo quase imbatível para descrever um vilão.
Se você tem estes traços, pode ser que você não seja a pessoa mais recomendada para se ter um relacionamento.De acordo com novos dados, esses traços também podem tornar a sua vida um pesadelo para que você diga que quer desistir do relacionamento, evitando uma possível discussão acordando o fim do relacionamento. Não entendeu muito bem? Vamos explicar mais detalhadamente a seguir.

Pesquisadores da Oakland University estudaram as amizades pós-relacionamento de 861 pessoas e descobriram que aqueles com traços de personalidade mais obscuros eram os mais propensos a manter um/a ex ao redor, como amigos. Além disso, essas pessoas os mantinham propositalmente em troca de “recursos úteis”, vulgo recaída quando se sentem carentes e/ou solitários. Eles também achavam que ao permanecer como amigos era mais prático (para ambos envolvidos) do que cortar os laços completamente.
Então, se a pessoa que você está namorando ainda, estranhamente, mantém relações com o/a ex dizendo que “ele/a é apenas um/a amigo/a!”, é bom ficar de olho. É claro que quando o relacionamento termina de forma saudável, onde ambos estão cientes e decididos a não retomar o relacionamento porque têm a consciência de que a amizade seria a melhor opção, esta condição não causa problemas.Mas, se você está nessa situação em que mantém seu/sua ex como um escape, tente esclarecer conversando abertamente e se a coisa ficar fora do controle, corra disso enquanto ainda há tempo. Afinal, quem se prende ao passado não segue para o futuro.

Para quem já se perguntou sobre que tipo de psicopata mantém a amizade com um/a ex, esse novo estudo procurou descobrir por que as pessoas com “traços de personalidade obscuros” (como o narcisismo, a duplicidade e mesmo a psicopatia) mantêm laços de amizade após o término de seus relacionamentos. Para muitas pessoas, manter amigos com um ex de forma manipuladora é impensável. Mesmo a “Psychology Today”, uma revista renomada de psicologia, alertou ao seu público para não insistir nesses tipos de amizade que exigem algo em troca.
Isso porque essas amizades “não são os tipos de amizade comum, em que amigos apoiam uns aos outros emocionalmente, além disso, são relações menos prestativas, menos confiáveis e menos preocupadas com a felicidade da outra pessoa”. A causa para isso é a dificuldade que muitos têm de perdoar e seguir em frente, afinal, não é possível saber 100% o que se passa dentro da cabeça de alguém e isso pode ser uma estratégia, de um ou de outro, para ainda fazer parte e monitorar a vida da outra pessoa.

No livro “Ainda amigo de ex: o sexo e os traços obscuros de personalidade que predizem as motivações para uma amizade pós-término”, os pesquisadores da Universidade de Oakland, Justin Mogilski e Lisa Welling, pediram 861 entrevistados para listarem as motivações para o envolvimento com seus ex-companheiros/as. O interessante é que os pesquisadores também examinaram os participantes para determinar a relação de quem tinha traços de personalidade obscuros com esse comportamento. “Estudos anteriores mostraram que as pessoas que apresentaram uma alta pontuação por apresentarem estes traços são mais propensas a escolher amigos por razões estratégicas”.
Além disso, “preferem relacionamentos de curto prazo”. Os pesquisadores queriam saber se isso era verdade para os ex-companheiros também. Para determinar isso, os indivíduos analisados foram encarregados de elencar as razões para manter relacionamentos com seus ex, por ordem de importância. As classificações de maior importância foram dados por aqueles que sentiram que suas relações anteriores eram “seguras, confiáveis ​​e de valor sentimental”. Mas os pesquisadores também descobriram que os indivíduos que tinham “traços de personalidade obscura” eram mais propensos a manter relações com um ex por “razões de praticidade e recaídas”.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA